Ex-Oasis respondeu ao pedido de volta de Dave Grohl de modo um tanto ácido.

E os integrantes do Foo Fighters, principalmente o frontman Dave Grohl e o baterista Taylor Hawkins, são grandes entusiastas quando o assunto é a volta do Oasis. Tanto que no show da banda no Reading Festival do último domingo, 25, disseram que queriam abrir uma petição para a volta do grupo dos Irmãos Gallagher. 
Quem não gostou muito da ideia foi NoelGallagher. Famoso por suas respostas ácidas (e repulsa ao irmão), o ex-Oasis não deixou barato a declaração de Grohl  – e resolveu contrapor o pedido com uma petição para o fim do Foo Fighters! A declaração foi feita em seu show solo da quarta, 28, em San Diego:  “Alguém por aí vai assinar a petição do Dave Grohl para que a gente se reúna?” perguntou à plateia. “Pois eu gostaria de criar uma petição para que o Foo Fighters se separe”, sugeriu o músico inglês. Ainda em tom provocativo, dedicou a performance da música “Black Star Dancing” ao “Tio Dave,” relacionando-a com Grohl.
Os irmãos Gallagher e o Foo Fighters, porém, sempre tiveram boa relação. Então, aparentemente, a declaração foi apenas uma brincadeira. O pedido de volta vem em um marco importante para o Oasis. Há exatos 25 anos, no dia 29 de agosto de 1994, a banda lançou Definitely Maybe, seu disco de estreia. Com faixas de sucesso como “Supersonic“, “Rock ‘n’ Roll Star“, “Live Forever” e “Cigarettes & Alcohol“. Em apenas uma semana, o álbum vendeu 86 mil cópias e consagrou a banda como um dos maiores nomes do rock da segunda metade da década de 1990.
Fonte Revista Rolling Stone Brasil

Ouça e curta a 91 ROCK