O artista também trabalhou com Elvis Costello e Bob Dylan.

Robert Hunter, compositor e amigo fiel do Grateful Dead, morreu nesta segunda-feira à noite, 23, aos 78 anos. Por meio de uma nota, a família do escritor confirmou a morte, que ainda não teve a causa revelada.
“É com grande tristeza que nós confirmamos que nosso querido Robert morreu ontem à noite. Ele morreu serenamente em sua cama, rodeado de amor. A esposa, Maureen, estava ao lado, segurando a mão dele.”
A família de Hunter ainda mandou uma mensagem para os fãs do artista: “Fiquem tranquilos e saibam que as palavras dele estão ao redor de nós, ele nunca realmente irá embora. Neste momento de dor, por favor, celebrem ele do jeito que vocês todos sabem, fiquem juntos e ouçam música. Deixem as canções preencherem o ar”.

Hunter é considerado um dos letristas mais ambiciosos e admiráveis do rock. E sua história como artista começou como a de qualquer estrela do gênero, com o clássico sexo, drogas e rock and roll.
Em 1961 ele conheceu Jerry Garcia, vocalista do Grateful Dead, por meio da ex-namorada Diane Huntsburger, que mais tarde se tornaria namorada de Garcia. A amizade dos dois durou uma vida inteira e resultou em hits clássicos da banda como “Dark Star”, “Uncle John’s Band”, “Box of Rain”, “Scarlet Begonias”e “Touch of Gray”. A primeira música escrita por Hunter, “China Cat Sunflower”, foi feita sob efeito do LSD.

O artista estudou em Stanford e lá ele foi um dos primeiros voluntários do programa experimental da CIA, o MK-Ultra (um projeto feito em seres humanos para identificar e desenvolver drogas e procedimentos a serem usados em interrogatórios).
Nos anos 1960, Hunter contou à Rolling Stone EUA como a banda influenciou a sua carreira. “O que estávamos fazendo era quase sagrado. O espírito daqueles tempos… Tinha momentos em que eu acreditava que essa era a maneira para o mundo encontrar o caminho espiritual e nós éramos uma parte importante disso. Eu não me sentia em uma banda de música pop. Eu queria escrever um tipo totalmente diferente de música”, contou Hunter.
Após a morte de Garcia, o escritor trabalhou com os músicos Elvis CostelloBruce HornsbyJim Lauderdale e o baterista Mickey Hart. Ele também compôs diversas músicas ao lado de Bob Dylan, que formaram o disco Together Through Life.

Hunter ainda gravou e lançou canções autorais. Em 2013, ele fez uma última turnê solo que normalmente tinha como o objetivo pagar as medicações que tomava e os tratamentos para cuidar da saúde, que já dava indícios de debilidade.
 
Fonte: Revista Rolling Stone Brasil

Ouça e curta a 91 ROCK