Frontman do Metallica teve recaída e entrou em programa de recuperação.

Metallica anunciou que cancelou shows que faria na Austrália e Nova Zelândia em 2019.
A banda informou em comunicado oficial que o motivo é uma recaída de James Hetfield, vocalista e guitarrista da banda, que entrou novamente em um programa de recuperação já que está “lutando com seu vício”.

View this post on Instagram

A Note from Lars, Kirk, and Rob ・・・ We are truly sorry to inform our fans and friends that we must postpone our upcoming tour of Australia and New Zealand. ・・・ As most of you probably know, our brother James has been struggling with addiction on and off for many years. He has now, unfortunately, had to re-enter a treatment program to work on his recovery again. ・・・ We fully intend to make our way to your part of the world as soon as health and schedule permit. We’ll let you know as soon as we can. Once again, we are devastated that we have inconvenienced so many of you, especially our most loyal fans who often travel great distances to experience our shows. We appreciate your understanding and support for James and, as always, thank you for being a part of our Metallica family. ・・・ All tickets purchased to the shows in Australia and New Zealand, including Enhanced Experiences and Black Tickets, will be fully refunded.  Links to more details on how to obtain your refund are posted on Metallica.com.

A post shared by Metallica (@metallica) on

Parece que os companheiros estão preocupados mesmo, já que o baterista Lars Ulrich resolveu fazer uma postagem em sua conta pessoal dedicando boas energias ao frontman, como podemos ver abaixo. Ele escreveu: ” pensando no meu irmão…mandando amor”

View this post on Instagram

Thinking about my brother. ….sending love.

A post shared by Lars Ulrich (@larsulrich) on

Vale lembrar que, como a própria banda falou, James Hetfield tem lutado contra o vício há vários anos.

De forma mais notória, em 2001 durante as gravações do disco St. Anger, o guitarrista e vocalista entrou em uma clínica de reabilitação para resolver seus problemas com o consumo excessivo de álcool.
Ele voltou para o grupo após passar sete meses na rehab e isso é falado no documentário Some Kind of Monster.
Vale lembrar que a banda já tem vários shows marcados no Brasil em 2020 com a companhia de Greta Van Fleet Ego Kill Talent.
Até o momento, a turnê por aqui continua de pé.
Fonte: Site Tenho mais Discos que Amigos

Ouça e curta a 91 ROCK