Pela primeira vez desde 2006, a lendária banda britânica está apresentando ao mundo um novo álbum de inéditas, dessa vez intitulado apenas como Who, algo que a banda nunca tinha feito na carreira.

Ao todo, o novo disco tem 11 faixas (14 na versão deluxe) e conta com produção do guitarrista Pete Townshend ao lado de Dave Sardy (Noel Gallagher, Oasis, Gorillaz, LCD Soundsystem) e Dave Eringa (Manic Street Preachers) que trabalhou nos vocais de Roger Daltrey.
Vale ressaltar também que uma das faixas, “Break The News”, conta com a participação do guitarrista Simon Townshend, irmão de Pete que tem seu nome ligado a artistas como Pearl Jam e Dave Grohl, e colabora com frequência com o The Who.
LONDON, ENGLAND - JUNE 26: Singer Roger Daltrey (L) and guitarist Pete Townshend of The Who perform at the Barclaycard British Summertime gigs at Hyde Park on June 26, 2015 in London, England. (Photo by Dave J Hogan/Getty Images)
Who foi gravado em Londres e Los Angeles durante diferentes períodos de 2019 e conta com o baterista Zak Starkey e o baixista Pino Palladino, além de participações de Benmont Tench, Carla Azar, Joey Waronger, Gus Seyffert Gordon Giltrap.

O álbum tem sido considerado como um grande retorno à forma e um dos melhores trabalhos do grupo desde os Anos 70, e sua chamativa capa foi criada pelo artista Sir Peter Blake, que conheceu o grupo em 1964 durante a gravação de um programa de TV e trabalhou na arte de Face Dances, disco de 1981.
As letras das novas músicas do The Who falam sobre distintos assuntos, desde o mercado da música até a reencarnação, passando pelo incêndio no prédio Grenfell Tower, que abalou a Inglaterra.
Em uma declaração bastante contundente, Daltrey disse que acha que esse é o melhor disco da banda desde o lendário Quadrophenia, de 1973.

Fonte: Site TMDQA

Ouça e curta a 91 ROCK