Guto Goffi, Maurício Barros, Fernando Magalhães e Rodrigo Suricato lançam disco de inéditas, o primeiro na voz de Rodrigo Suricato.

Poucas bandas no mundo sobreviveram à saída de seus cantores. Menos ainda, à saída de dois. Tem que ser cascudo. E ter coragem. O Barão Vermelho chega ao 18o disco, VIVA, um engajado grito de paz e amor diante de tantas exaltações à guerra. O novo álbum é o primeiro desde 1986 sem a voz de Roberto Frejat. Em seu lugar, o escolhido foi Rodrigo Suricato, guitarrista mirabolante e cantor atrevido,  claramente influenciado pelas vozes de seus antecessores no grupo, Frejat e Cazuza.

VIVA foi totalmente composto pelos integrantes atuais do Barão. “No passado, buscamos parceiros de fora, mas dessa vez decidimos que seríamos apenas nós”, conta o guitarrista Fernando Magalhães.

No repertório do show os grandes sucessos da banda e algumas músicas novas vão sacudir o público garantindo diversão para todos.

O Barão está vivo, elétrico como fio desencapado e cheio de gás. Vai encarar?

Ouça e curta a 91 ROCK