Alice in Chains

Alice in Chains é uma banda americana formada em 1987 em Seattle. A banda é considerada uma das principais representantes do movimento Grunge, nascido no início da década de 90, ao lado de Nirvana, Soundgarden e Pearl Jam.

A história da banda começa quando o vocalista Layne Staley convida o guitarrista Jerry Cantrell para entrar em sua banda, na época intitulada Alice N´ Chains. Jerry não só aceitou o convite como trouxe junto com ele mais dois integrantes, o baixista Mike Starr e o baterista Sean Kinney. Além disso, Jerry mudou o nome para Alice In Chains.

Como todo início de carreira a banda começou a se apresentar em bares e pequenos clubes da cidade, até que, em 1989, assinam contrato com a Columbia Records. O primeiro trabalho lançado pela gravadora foi um EP com apenas 3 músicas intitulado “We Die Young”.

Em 1990, eles lançam seu álbum de estréia, “Facelift”, com o hit “Man in the Box”. Impulsionado por esse hit o álbum foi um verdadeiro fenômeno de vendas, o que abriu caminho para o Alice In Chains no mundo da música.

Em 1991, sai o segundo single “SAP”, com participações especiais de Chris Cornell (Soundgarden) e de Mark Arm (Mudhoney).

O segundo álbum, “Dirt”, chegou às lojas em 1992. Para a divulgação desse álbum, saíram em turnê com Ozzy Osbourne com passagem pelo Brasil no Hollywood Rock. Na volta da turnê, o baixista Mike Starr dá lugar a Mike Inez, ex-Madman. Já com o novo integrante, a banda participa da trilha sonora do filme “Last Action Hero” com a faixa “What the Hell Have I” e gravam mais um EP intitulado “Jar of the Flies”, que chegou ao 1º lugar da Billboard.

Em 1995, sai o terceiro álbum da banda, “Alice in Chains”, com destaques para os hits “Grind”, “Heaven Beside You” e “Again”. Mesmo atingindo o topo da parada americana, a banda decide não saiu para turnê.

Em 1996, depois de gravarem o acústico “Unplugged” na MTV a banda começa a enfrentar alguns problemas com o vocalista Layne Staley, que abusava das drogas e acabava se desentendendo com os outros integrantes da banda. Com isso, Jerry Cantrell passa a se dedicar a projetos paralelos como a gravação de álbuns solo e o Alice in Chains não lança mais nenhum material inédito.

Em 1999, a banda lança a coletânea “Nothing Safe: The Best of the Box”, que traz uma mistura de versões ao vivo, acústicas e demo, além da inédita “Get Born Again”. Ainda em 1999, a coletânea “Musik Bank” chega às lojas com uma edição especial de 4 CD´s. O segundo CD ao vivo da banda chega em 2000. Intitulado “Live”,o disco traz as clássicas “Man in the Box”, “Angry Chair”, “Dirt”, entre outras.

Em 2001, é lançada a coletânea “Greatest Hits” e no ano seguinte o vocalista Layne Staley é encontrado morto em sua casa, fazendo os fãs perderem as esperanças de ouvir algum material inédito do Alice in Chains.

Discografia:

Álbuns de estúdio:
Facelift (1997)
Dirt (2000)
Alice in Chains (1997)
Black Gives Way to Blue (2010)

EPs:
Sap (1994)
Jar of Flies (1995)

Álbuns ao vivo:
Unplugged (1996)
Live (2000)

Compilações:
Nothing Safe: Best of the Box (2007)
Greatest Hits (2005)