Deep Purple

O Deep Purple foi formado em 1968, e é considerada uma das pioneiras do Heavy Metal. Apesar disso, seus primeiros discos traziam composições mais próximas do pop. O peso só apareceu com o disco “In Rock”, que marcou as estréias do vocalista Ian Gillan e do baixista Roger Glover.

Após 4 discos com sua formação clássica, o Deep Purple mudou de formação em 1973, com a entrada do vocalista David Coverdale, atualmente do Whitesnake. A banda lançou o disco Burn, e realizou um de seus shows mais famosos, no festival California Jam, que também reuniu o Black Sabbath. Na apresentação, o guitarrista Richie Blackmore destruiu várias guitarras e colocou fogo em alguns amplificadores.

O Deep Purple encerrou suas atividades em 1976, após problemas de alguns integrantes com as drogas. O grupo se reuniu apenas em 84, com sua formação clássica, e lançou “Perfect Strangers”. Após alguns anos, devido aos problemas de relacionamento com o guitarrista Richie Blackmore, o vocalista Ian Gillan saiu da banda. Em 1993, um novo retorno fracassou, e desta vez o guitarrista abandonou o grupo.

Em 1995, o Deep Purple anunciou Steve Morse como novo guitarrista, e vem lançando discos regularmente desde então. Em 2002, o lendário tecladista Jon Lord abandonou o grupo, e começou a fazer apresentações solo esporádicas. O músico faleceu em julho passado, aos 71 anos, devido a uma embolia pulmonar.

Após 1976, os músicos do Deep Purple entraram em diversos projetos. O Whitesnake foi formado pelo vocalista David Coverdale, e contou com o tecladista Jon Lord e o baterista Ian Paice até o retorno do Purple em 1984. Já o guitarrista Richie Blackmore montou o Rainbow, que contou com Joe Lynn Turner nos vocais, que chegou a cantar no Deep Purple na década de 90. Já Ian Gillan teve rápida passagem pelo Black Sabbath, admitindo mais tarde ter entrado no grupo após uma noite de bebedeira.

A banda passou por diversas mudanças de formação, além de um hiato de oito anos (1976-84). As formações do período 1968-76 foram comumente chamadas de Mark I, II, III e IV. Sua segunda formação, a mais bem-sucedida comercialmente, contou com Ian Gillan (vocal), Ritchie Blackmore (guitarra), Jon Lord (teclado), Roger Glover (baixo) e Ian Paice (bateria).

Esta formação esteve em atividade de 1969 a 1973, e foi reunida de 1984 a 1989 e, brevemente, em 1993, antes que as rixas entre Blackmore e os outros membros da banda se tornassem intransponíveis. A formação atual inclui o guitarrista Steve Morse; com o afastamento de Lord, em 2002, conta apenas com Paice como membro original.

 

Discografia

Álbuns em estúdio:

Shades of Deep Purple (1968)
The Book of Taliesyn (1968)
Deep Purple (1969)
In Rock (1970)
Fireball (1971)
Machine Head (1972)
Who Do We Think We Are (1973)
Burn (1974)
Stormbringer (1974)
Come Taste the Band (1975)
Perfect Strangers (1984)
The House of Blue Light (1987)
Slaves and Masters (1990)
The Battle Rages On… (1993)
Purpendicular (1996)
Abandon (1998)
Bananas (2003)
Rapture of the Deep (2005)

Álbuns Ao Vivo:

Fase I

Inglewood – Live at the Forum, 1968 (2004)

Fase IIa

Kneel and Pray – Live in Montreux 69 (2004)
Concerto for Group and Orchestra (Ao vivo), Dezembro, 1969 (Remaster em 2003)
Scandinavian Nights, 1970 (lançado em 1988)
Gemini Suite Live, 1970 (lançado em 1998)
Live in Aachen 1970 (a ser lançado em 2006)
In Concert 70-72, 1970 e 1972, Dezembro, 1980;
Made in Japan (Ao vivo), Dezembro, 1972 (Remaster em 1999, lançado no Brasil)
Live in Japan (caixa com 3 CDs com os shows originais de Made in Japan), 1993
Live in Denmark 72 (2005)
Turn Around, Live Long Beach Arena, 1971
Mk II: Final Truckin´, Live Osaka, 1973

Fase III

Live in London (Ao vivo em 1974), Setembro, 1982.(Remaster em 2007)
California Jamming: Live at the California Jam, 1974 (lançado em 1996)
Perks & Tit – Live in San Diego 1974
Just Might Take Your Life (mesma coisa que Cal Jam)
Made in Europe, 1975
Mk III: The Final Concerts, 1975 = Archive Alive (lançado em 1996)
Live In Paris 1975 (2004)

Fase IV

Days May Come and Days May Go (2000), ensaios de Tommy Bolin no Deep Purple
1420 Beachwood Drive (2000), ensaios de Tommy Bolin no Deep Purple
Last Concert in Japan, Novembro, 1976
On the Wings of a Russian Foxbat = King Biscuit Flower Hour, 1975 (lançado em 1995)
Power House, 1977
This Time Around: Live in Tokyo, 1975 (lançado em 2001)

Fase IIb

Nobody´s Perfect (Ao vivo), Julho, 1988
In The Absence of Pink: Knebworth 85, 1985 (lançado em 1991)
Third Night, Ao Vivo na Suíça 1985

Fase IIc

Come Hell or High Water, 1993, (lançado em 1994)
Live In Europe 1993, 1993 (caixa com 4 CDs – lançada em março de 2006)

Fase VII

Live at the Olympia ´96, 1996 (lançado em 1997)
Total Abandon: Live in Australia, 1999
In Concert with the London Symphony Orchestra, 1999
Live At The Rotterdam Ahoy, Purple Harbour, 1996
The Soundboard Series (12CD Box)

Compilações:

24 Carat Purple, Julho, 1975
Singles A´s & B´s, 1978 (contém uma versão editada de “April”, do disco Deep Purple)
The Mark II Purple Singles, Abril, 1979
Deepest Purple, Julho, 1980

New Singles A´s & B´s, 1993 (contém “Hallellujah”, primeira música gravada com Gillan e Glover e que não consta de nenhum disco de estúdio, e a versão original de “Coronarias Redig”, canção que não consta de discos de estúdio e no remaster de Burn aparece remixada)

Knocking at your Back Door: The Best of Deep Purple in the 80s, 1992 (contém “Son of Aleric”, jam gravada na época de Perfect Strangers mas que não entrou no disco lançado no Brasil)

30: Very Best of Deep Purple, Outubro, 1998 (é a coletânea mais abrangente disponível para quem quer conhecer um panorama do que o Deep Purple já fez; “Highway Star” está na versão do remaster)

The Early Years, 2004 (contém várias versões alternativas e remixadas de músicas da Mk1)

Smoke On The Water, The Best Of, 1994.