Genesis

A banda britânica Genesis foi formada em 1967, por Peter Gabriel, Mike Rutherford e Tony Banks. Sua fase inicial era voltada para o Rock Progressivo, mas a partir da década de 80 suas composições adotaram contornos pop, o que manteve o nome do Genesis em alta. Em mais de 45 anos de carreira, a banda, que deve se reunir para uma nova turnê em 2014, já vendeu mais de 150 milhões de discos em todo o mundo.

O primeiro disco do Genesis chegou as lojas em março de 1969, chamado From Genesis to Revelation. Foram lançados dois singles para divulgação, sem grande sucesso, assim como o próprio álbum, que não teve boa repercussão. Após o segundo disco, Trespass, Anthony Philips deixa a banda, dando lugar a Steve Hacket. Nesta mesma época, o baterista Phil Collins também entra no Genesis, que logo depois lançou Nursery Cryme, em 1971.

Em 1972, o Genesis chamou atenção quando lançaram Foxtrot, que continha a música “Suppers Ready”, com mais de 23 minutos de duração. A presença de palco extravagante e teatral de Peter Gabriel, que envolvia numerosas mudanças de vestuário e histórias surreais contadas como introdução para cada música, mantiveram o nome do Genesis em alta na década de 70. Apesar do sucesso, Gabriel deixou a banda em 1975, logo após o lançamento e turnê do clássico disco The Lamb Lies Down on Broadway.

Após um tempo de incertezas, o Genesis resolveu efetivar o baterista Phil Collins para a função de vocalista, no lugar de Peter Gabriel. A estréia da nova formação do Genesis, no momento reduzido a um quarteto, veio com 2 discos em 1976, “Wind & Wuthering” e “A Trick of the Tail”, que também marcaram a saída do guitarrista Steve Hacket. A banda foi moldando seu som e entrou na década de 80 com uma pegada pop, que teve seu ápice com Invisible Touch, de 86, que foi o maior sucesso comercial do grupo.

Uma das maiores perdas do Genesis aconteceu na década de 90, quando Phil Collins deixou o grupo. Para seu lugar, a banda contratou Ray Wilson e gravou Calling All Stations em 1996. O álbum vendeu bem na Europa, mas teve repercussão nula nos Estados Unidos, o que forçou o cancelamento da turnê que a banda faria por lá. Eles seu reuniram novamente em 2007 para fazer a Turn It on Again World Tour, sem Gabriel e Hacket, e no próximo ano farão uma nova turnê, que segundo Phil Collins, deve passar pela América do Sul.